sábado, 3 de janeiro de 2009

Grito por mim

Abraçar-me, retrair-me simplesmente agarrar-me.
Puxa-me, liberta-me das tuas garras.
Quero e procuro o que ainda não encontrei.
Quero fugir para dentro de mim.
Encontrar-me no desconhecido que não reconheço.
Deixem-me passar por aquela minúscula janela,
onde grito por mim e escondo-me de mim própria.

2 comentários:

mikas disse...

Sarinha, agora já posso comentar os teus textos e tu os meus. Eu continuo a dizer que ao ler tudo o k escreves imana uma força do tamanho do mundo dentro de mim! Continua que tens futuro garantido"!

Beijoss

Salpicos disse...

Mikas obgda pelas tuas palavras que também me dão coragem para continuar...preciso de algum eco para poder continuar nesta tarefa árdua que é a vida!!!